Dicas e Novidades

Tratamento da dependência química e a família

A Família no Tratamento da Dependência Química

Para a recuperação do dependente químico, além de todos os cuidados e esforços que a Clínica de Reabilitação oferece, o envolvimento da família é muito importante. E é por isso que neste artigo vamos falar sobre a família no tratamento da dependência de drogas. A toxicodependência é um tema que ainda causa confusão, especulação e até polémica entre as pessoas. Mesmo aqueles que estão familiarizados com este problema muitas vezes não entendem o que ele realmente significa.

É comum encontrar pessoas que acreditam que a dependência química é uma transgressão. Mas desde 2001 a OMS (Organização Mundial da Saúde) classifica como um transtorno mental.

A dependência de produtos químicos não é apenas um problema de saúde, mas também um problema social em grande parte do mundo.
Dado o fato de que o abuso de substâncias é um grande drama social, existem métodos eficazes para combater esse problema. E o lugar ideal para colocar esses métodos em prática é a clínica de reabilitação.

Na clínica de reabilitação, a pessoa que necessita de cuidados recebe ajuda médica para que a saúde do seu corpo seja restaurada. Ou, na melhor das hipóteses, preservado.

Além da saúde física, o paciente também recebe apoio psicológico por meio da terapia cognitivo-comportamental (TCC). O CBT pode ser usado individualmente, em grupos ou em famílias.

Existem muitos estudos que mostram que a dependência química afeta não apenas os viciados, mas também seus familiares.

O papel da Compreensão da Família no Tratamento da Dependência Química

Para a recuperação do paciente, além de todos os cuidados e esforços que a clínica de reabilitação oferece, o envolvimento da família também é muito importante.

A família deve apoiar os parentes não só durante o tratamento, mas também após a alta, se o paciente já estiver em casa e o risco de recaída for muito alto.

A família deve ajudar o dependente químico a evitar gatilhos que possam levar ao contato com a substância.

Evite Por exemplo, pessoas ou lugares onde o familiar tem fácil acesso a drogas. Porque, mesmo que o paciente esteja totalmente recuperado, um simples contato com a droga que causou o vício pode trazer tudo de volta ao início e o combate à doença recomeça, incluindo a readmissão na clínica de convalescença.

  • Mas e se a família também for afetada? Como posso ajudar? Você se lembra que conversamos sobre o TCC? Terapia cognitiva comportamental? Que pode ser usado individualmente ou em família? É assim que é. Aqui está a ajuda que a família recebe para capacitar seus entes queridos e ajudá-los a se livrarem das drogas. No CBT, toda a família, incluindo o adicto, entende o que é o vício, como se originou e quais são as circunstâncias. influencia e também pressupõe a condição existente. Porque é bastante comum que familiares e entes queridos neguem ou ignorem o problema.
  • Entre em contato com a Clínica de Reabilitação RJ, nós podemos ajudar!
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é botao.png
Previous ArticleNext Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *